terça-feira, 20 de dezembro de 2016

A melhor e mais especial corrida.



Domingo, dia 18 de dezembro, participei da minha última prova de 2016. A Circuito das Estações, etapa verão, em São Paulo.

Foi uma prova muito especial porque a pessoa que me incentivou a correr estava lá também. Por causa do incentivo do meu irmão corro desde o ano de 2000. Há um ano ele segue com muita dedicação a sua planilha, e esta corrida mostrou o quanto evoluiu.

Foi mais especial ainda pois, além do meu irmão, a minha irmã Cris e o Marcelo também estavam presentes.

Confesso que estava muito ansiosa para esta prova, para que tudo desse certo para todos.

A largada foi dada pontualmente as 7h para quem iria nos 5k. A locução do Cezinha torna a corrida ainda mais motivante! Ele incentiva muito a todos!

A meta do meu irmão era completar a prova abaixo de 25 minutos, seus treinos deram esta condição para ele fazer. Da minha irmã Cris, de apenas completar a prova.

A meta do Marcelo era completar a prova na casa dos 20 minutos, e a minha meta me manter na casa dos 21 minutos que foram as marcas obtidas domingo anterior na corrida Não Aceito Corrupção, que teve o percurso na mesma região.

Larguei ao lado do Marcelo e corri junto com ele até o 2k aproximadamente, após ele se distanciou um pouco a frente e eu procurei manter um ritmo forte, pois neste momento eu estava na quinta posição.

Alcancei a quarta mulher e já visualizei a terceira. Consegui ultrapassá-la após o retorno do percurso, um pouco antes do quilômetro 3.

Neste momento ouvi meu irmão gritando o meu nome do outro lado da rua: Vai Dani! Isso foi a melhor parte da corrida!

Fiz o melhor que pude e me mantive nesta posição até cruzar a linha de chegada (tempo:21:26) Avistei o Marcelo (tempo: 20:25) que já havia chegado e me deu um grande abraço.

Ficamos esperando o meu irmão que logo apareceu, e completou dentro de seu objetivo!(tempo: 24:04)

Nós três aguardamos a chegada da minha irmã, que completou a prova muito bem também(tempo: 37:33).

Este dia ficará guardado para sempre em minha memória. Parabéns Ale, não somente pela prova, mas por tudo que fez e por ser este grande irmão. Te amo!

Parabéns a todos!




















quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Mais que uma corrida, um momento muito especial!


Domingo dia 11 de dezembro participei de minha penúltima competição deste ano, a Corrida Não Aceito Corrupção, organizada pela Latin Sports, com apoio do Instituto Não Aceito Corrupção e patrocinadores.

Uma prova com um tema muito marcante por todos os acontecimentos deste ano, e uma forma de mobilizar os cidadãos da cidade para a causa do combate à corrupção, tao relevante atualmente. 

A primeira edição foi em 2015, porém não tive a oportunidade de participar, e este ano pude comparecer e assim contabilizar junto com todos os participantes com o apoio desta causa.

A largada foi dada pontualmente as 7h, para ambas distâncias (5 e 10k), além da caminhada de 3k, na Praça Charles Miller. O percurso, similar ao antigo da prova Circuito das Estações, ofereceu um desafio a mais aos participantes.

Eu e o Marcelo competimos nos 5k. Cada um tinha um ritmo alvo a seguir. E assim largamos em busca de obter sucesso na meta.

Utilizei mais uma vez o calçado Five Fingers da Vibram, o qual utilizo também em treinos na rua e pista, alternados também com tênis de solado mais finos.



Nunca fui boa em largadas, e ainda não sou (risos). Parece que todo mundo me passa, e só depois de 500 metros me sinto dentro da prova, competindo.

Muitas meninas estavam a minha frente, e fui, dentro das minhas possibilidades buscar cada uma delas. Aproveitei os primeiros 2km, que são em leve declive e acelerei. Assim consegui ficar na primeira posição ao passar na placa de 2k. 
Quando subimos em direção ao elevado, no qual o retorno dos 5k era um pouco antes do começo dele, ainda estava na primeira posição, porém na descida, perdi uma colocação. O piso estava escorregadio devido a garoa, e diminuí o ritmo (sou muito medrosa em descidas, isso é algo que tenho que aprimorar, e é um objetivo também).

Após o término da descida, voltei a acelerar e recuperei a primeira colocação. Todas as meninas que estavam disputando o pódio estavam alinhadas, entre cada uma no máximo 10 a 13 segundos de diferença. Nas fotos que adquiri no pós prova, pode-se verificar como estávamos muito perto uma das outras.


As meninas ao fundo (de número azul) todas alinhadas e fazendo o seu melhor!

E isso foi ótimo para todas! Cada uma fez o seu melhor e completou a prova de forma excelente!

Não conhecia nenhuma delas. E adorei conhecê-las e dividir o pódio com mulheres brilhantes! Com destaque a segunda colocada, minha xará, Daniela Nunes, que é Diabética Tipo 1 a 22 anos, e fez uma linda prova!

Parabéns a todas!



Eu consegui a minha melhor marca de 5k do ano de 2017, 21:22 (ritmo 4:17 min/km), que mostra que estou no caminho certo e treinos adequados para retomar as minhas melhores marcas pessoais.

O Marcelo fez o seu recorde pessoal, seu primeiro sub 20 minutos nos 5k! 19:59! E fiquei extremamente orgulhosa dele! Parabéns por esta conquista!



A organização da prova foi muito boa, e tivemos a presença de uma pessoa que teve um papel muito importante no atletismo, e que foi padrinho do evento: Ronaldo Costa!
O Ronaldinho, que em 20 de setembro de 1998 bateu o recorde mundial da Maratona, em Berlim, e foi o primeiro atleta a correr no ritmo de 3 min/km, completando em 2h06:05! 

Uma pessoa extremamente simples, que deu atenção a todos que pediram. Tive a oportunidade de conversar com ele, receber o troféu de suas mãos e conhecer através de suas palavras ainda mais de sua história. Este merece ser mais valorizado no esporte!







Parabéns a todos envolvidos no evento e a todos participantes!

Domingo que vem tem a última do ano, os 5k no Circuito das Estações. A minha irmã Cris. meu irmão Ale e o Marcelo também irão participar.

Obrigada por sua visita e leitura! E bons treinos!


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

2ª Corrida e Caminhada Inclusão a toda prova


Dia 4 participei da primeira prova controle do mês de dezembro.

Fui para prova com um ritmo definido, e uma estratégia a seguir. Almejando apenas o meu objetivo na prova e não considerar influências externas de outros corredores.

Confesso que em todos estes 16 anos de corrida, o ano atual foi o que mais evoluí. Não em se tratando de marcas pessoais, mas sim em técnica e fatores envolvidos no treinamento.

Sempre participei de muitas provas, e de forma alguma conseguia encará-las como um treino. E hoje trabalhando com corrida e treinando corredores, percebo o quanto é importante respeitar o planejamento e assim colher benefícios posteriores.

Voltando para a prova, a meta era correr a primeira metade com o ritmo entre 4:30 - 4:40. Não larguei muito a frente, para não ser influenciada por corredores mais rápidos que eu. E fui passando a cada quilômetro com percepção de esforço variando sempre entre moderado a forte, porém sempre mais para o lado do moderado. As oscilações da altimetria do percurso fizeram o rimo variar de forma natural, e assim passei por todas parciais  de 1km cumprindo com o objetivo primário.

Cumpri a meta e fechei a prova com 45:28, ritmo médio de 4:33, similar aos treinos de ritmo que venho realizando, porém prestando mais atenção na técnica de corrida e aprimoramento da frequência de passada (cadência). Mesmo sem pretensões de pódio, fiquei na quinta colocação geral. Porém o evento ofereceu troféus aos 3 primeiros colocados.



Foi uma ótima prova, que mesmo lotada de participantes (9.098 concluintes, sem contar a caminhada que não possuía chip de cronometragem), cumpriu com a boa organização e arrecadou bastante ajuda para o Instituto Olga Kos.

O Marcelo também participou, utilizou a prova como controle, porém em um ritmo - meta um pouco mais rápido do que o meu para a segunda metade da prova, completando em 44:21.

Parabéns a todos participantes e envolvidos!

Agora a próxima prova será no domingo, dia 11, com a prova controle de 5k, no evento da Latin Sports - Corrida Não Aceito Corrupção.

Obrigada por sua leitura e bons treinos!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

1 milha na pista: Corrida 113 anos de atletismo do Clube Esperia

Já ouviu falar de Roger Bannister? 

Ele foi o primeiro corredor a completar 1 milha (1.609m) abaixo de 4 minutos.

Na época Bannister era estudante de Medicina e tinha este objetivo como uma obsessão.
E conseguiu o feito na Inglaterra, no estádio Iffley Road da Universidade de Oxford, em 6 de maio de 1954. Foi em uma pista arenosa, bem diferente da borracha sintética dos dias de hoje, o britânico contou com a colaboração de dois colegas de atletismo para serem seus "coelhos".

Bannister cruzou a linha de chegada com 3min59seg, na época os centésimos não faziam parte da cronometragem. 

O recorde de Bannister durou apenas 46 dias. Desde então, a marca já caiu quase 17 segundos e tampouco parece despertar o interesse dos atletas modernos. O recorde atual, 3m43s13, em poder do marroquino Hicham El, foi estabelecido em 1999. Mesmo assim, a façanha de Bannister virou livros e filmes.

Iniciei a postagem com este feito apenas para ilustrar sobre o texto de hoje e também pela conquista de Bannister ter sido um marco na história do atletismo.


No último domingo, em comemoração aos 113 anos de atletismo do Clube Esperia, ocorreu o  "Desafio 4 voltas", na pista do clube, com uma prova de 1 milha (1.609m). 
A corrida foi aberta para os associados e convidados, que puderam testar sua velocidade na corrida ou no ritmo pessoal pretendido. Mas é claro que uma corrida como esta, ressalta o espírito competitivo de todos, não é mesmo?

Para os corredores que estão mais acostumados com provas mais longas, acima de 5k, precisam de alguma forma definir uma meta e assim cumprir a prova de forma positiva.

O critério que utilizei para definir o meu tempo alvo, foram os intervalados extensivos, de meu planejamento de treinos.

O ritmo dos intervalados foi uma base para não largar na prova em uma velocidade muito superior e correr o risco de não aguentar o ritmo inicial.

O Marcelo também participou, assim como o aluno Maurício. Cada um tinha o seu tempo-meta a cumprir, caso tudo ocorresse de forma harmoniosa.

Aquecimento descontraído :)

Competi na primeira bateria das mulheres e primeira do dia, a largada foi dada por volta das 8h15. 


A minha meta era cumprir em 6min30seg, ritmo médio de 4 min/km. O resultado foi 6min27seg, ficando na primeira colocação da categoria sócio, e quinta da categoria geral.






O Marcelo e o Maurício competiram na primeira bateria masculina, terceira do dia, com largada as 9h. 



Seus tempos foram excelentes! Respectivamente: 5min47 e 6min04. O Marcelo ficou na terceira colocação da categoria sócio.




Foi uma ótima experiência competir em uma prova de meio-fundo e perceber na prática o quanto se difere das provas que estou acostumada a participar.



Parabéns aos participantes e a todos envolvidos! Foi um ótimo evento! 

Parabéns ao Clube Esperia pelos 113 anos fazendo parte da história do atletismo!

Leia mais no blog do Clube Espéria: