terça-feira, 17 de julho de 2012

O melhor troféu de todos - Parte 3


Domingo, 15 de julho, foi o dia em que retomei a participação nas provas de rua após a minha lesão.
Participei dos 10K, uma das 3 distâncias oferecidas no evento, que foi muito bem organizado, desde a entrega dos kits na feira de esportes no Ibirapuera até o fim do evento no domingo.
Saí de casa às 5:30h, com meu irmão me levou até o local da prova. Cheguei bem cedo, ainda estava bastante escuro, retirei meu chip e fiquei aguardando até o momento da largada.
Apesar do sol que o dia prometia, estava muito frio, em torno de 10 graus.
A largada foi dada as 7:07, e assim aproximadamente 5.500 corredores partiram com seus objetivos em suas respectivas distâncias: 5,5K, 10K e 21K.
Como havia retornado aos treinos a aproximadamente 2 meses devido a lesão, o tempo que conseguisse completar já seria uma vitória, aliás, voltar a correr já é uma grande vitória, depois de ter ficado 3 meses afastada devido a lesão.
Passei no primeiro quilômetro em um ritmo bem abaixo do que vinha fazendo nos treinos, mas percebi que estava me sentindo bem e que iria fazer uma boa prova.
E realmente foi o que aconteceu, fechei os 10K em 41:09, em segundo lugar na geral feminina, um tempo bem abaixo do que esperava.
Fiquei muito feliz em rever amigos corredores e de sentir novamente o clima de uma prova.
Gostaria de parabenizar a Juliana Veras, campeã dos 5,5K, Vivian de Oliveira e Ana Luiza Garcez, primeira e segunda colocadas na Meia maratona. Além também do Professor Flávio, Malú e Lilian da equipe Cecerfi que fizeram uma grande prova.

Parabéns a todos participantes!

Abaixo algumas fotos do evento:

Vivian (campeã da Meia Maratona) e Juliana Veras (campeã dos 5,5K)

Flávio, Lilian e Malú da Cecerfi

Adriano Bastos (campeão da Meia Maratona) e Lilian
Pódio dos 10K

Lilian

sexta-feira, 13 de julho de 2012

O melhor troféu de todos - Parte 2


Como é bom correr novamente... Mas melhor ainda é correr novamente e sem sentir nenhum tipo de dor relacionada a uma lesão.
Retornei aos treinos há dois meses, como citei em um post anterior. Dois meses regados a aprendizagem, paciência e inteligência. A retomada a esta rotina deveria ser realizada com muita cautela e segurança para que não ocorresse novamente o que menos queria.
E estes dois meses passaram. O volume e a intensidade foram aumentos respeitando sempre a recuperação do meu corpo. A cada dia que passava considerava como uma vitória contra a dor que me tirou dos treinos.
E assim chegou o mês de julho e o meu retorno nas provas de rua. Dia 15 será a estréia, participarei de uma prova de 10K aqui em São Paulo.
Confesso que estou bastante ansiosa, pois desde janeiro que não participo de nenhuma prova. Ansiosa, mas ao mesmo tempo muito feliz em poder voltar e treinar para conseguir atingir o mesmo rendimento que tive no final de 2011, e quem sabe superá-lo.
Mas tudo isso necessita dos mesmos fatores que me trouxeram de volta ao mundo da corrida: aprendizagem, paciência, inteligência e também muito respeito. Respeito ao corpo, a recuperação e a seu funcionamento.

Bons treinos a todos e nos vemos nas pistas!