domingo, 31 de agosto de 2014

3ª Disney Magic Run

Parabéns Corpore Brasil e a todos participantes por mais um 
grande evento!



Terceira colocada geral
10k em 40:37

Em breve postagem sobre a prova!

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

O ato de correr


Correr: um movimento que pode estar presente na vida de uma pessoa nos seus primeiros anos.
Uma atividade cíclica que está presente na maioria das modalidades esportivas.
Um exercício físico que conquista a cada dia mais adeptos, seja devido ao fácil acesso, a praticidade e simplicidade de realização.
Mesmo com todas estas características, é importante ser realizado sob orientação. Se etapas e planejamento forem ignorados, pode provocar ao iniciante uma inesperada lesão impedindo a sua continuidade.
Daí parte a importância de como os conhecimentos da anatomia e fisiologia humana servirão de base para uma corrida mais segura.

Quando iniciei na modalidade, confesso que não prestava muita atenção em como corria, como estava os movimentos dos braços e pernas, se eram sincronizados. Acredito que por isso o início foi tão difícil.  É preciso coordenar a frequência da respiração juntamente com o movimento do corpo, e por vezes não enxerga-se como um trabalho a ser realizado juntamente.

A corrida foi uma das responsáveis por cursar a graduação em Educação Física. Durante a faculdade, em cada disciplina, procurava fazer ligações com este esporte o qual pratico há 14 anos. Logo no primeiro ano estudei a disciplina de Anatomia e Cinesiologia, e através delas percebi o quanto o conhecimento da estrutura de nossos membros nos auxilia realizar os movimentos presentes em nossa rotina diária.
Percebi o porquê da importância da sincronização dos movimentos, o que cada articulação é capaz de fazer, e como os ossos, músculos e tendões agem. Que o equilíbrio das forças de todos estes tecidos precisa ser observado. Também entendi que cada parte de nosso corpo possui um período de recuperação, e de que o descanso é tão importante como o treinamento em si.

Além disso, deve-se sempre respeitar as etapas da prática de um exercício físico realizando sempre um aquecimento adequado para que seu corpo esteja preparado a um estímulo mais intenso, para que todos os sistemas percebam que algo está por vir e que devem se adaptar ao esforço. Assim como ao final também é importante retornar todos estes sistemas a um estado mais aproximado do repouso, para que no próximo estímulo este esteja mais recuperado e preparado.

E por mais simples que seja o ato de correr, se este for composto de um movimento mais econômico, sem desperdício de energia, procurando reduzir o grande impacto gerado nas articulações dos membros inferiores, permitirá as pessoas, dentro de sua individualidade e objetivo, que a realizem de forma mais segura, reduzindo o risco de lesões e assim progredindo gradualmente na modalidade.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama 2014



Dia 24 de agosto foi realizada na cidade de São Paulo a Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama, evento com apoio do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer - IBCC, Bradesco Seguros, entre outros patrocinadores em prol da campanha de controle da doença.

A corrida e a caminhada, ambas de 5 quilômetros, atraiu milhares de pessoas entre homens e mulheres. Mas desta vez o público feminino foi o maior. Somente na corrida, que teve o controle dos concluintes através do chip de cronometragem, obteve um total de 3.878 participantes, e destes 2.139 mulheres e 1.739 homens. Fora os participantes da caminhada que não utilizam o chip de cronometragem.


Nesta prova estiveram presentes atletas profissionais de alto nível, entre eles destaco os patrocinados pela Bradesco Seguros: Leandro Prates Oliveira e Adriana Cristina da Luz, que se consagraram os campeões da corrida.


A largada ocorreu as 8h15 na Avenida Pedro Álvares Cabral e a chegada na Assembleia Legislativa. O percurso sem muitas elevações possibilitou aos corredores um ritmo mais forte.

Finalizei a prova na 8ª colocação geral feminina com o tempo de 19:48. Fiquei satisfeita com o resultado pois este saiu conforme a minha possibilidade atual. Esta prova serviu como um parâmetro para selecionar os métodos de treinos que mais favorecem a melhora da minha velocidade média.



Outro ponto a destacar foi a participação dos alunos da MG nesta prova. Foram 28 inscrições realizadas, tanto na corrida quanto na caminhada. Gostaria de parabenizar a todos por esta conquista!

Utilizarei o exemplo de um dos alunos participantes para representar o quanto a vontade de alcançar um objetivo e o quanto querer muito isso, é importante.
Há cerca de um ano, uma pessoa resolveu modificar a sua vida por completo. E com a ajuda de profissionais (educadores físicos, nutricionista e psicóloga), da família e principalmente da força de vontade própria, seguiu no caminho certo e atingiu a sua meta.

Ontem esta mesma pessoa completou a sua primeira corrida, e esta conquista foi para consagrar a sua vitória. Quando o conheci, em sua primeira aula na academia, ele era obeso e pesava cerca de 150 quilos.
Em todo este tempo, vimos a sua evolução, a sua disciplina e muita força para conseguir perder peso.

Aliado ao fortalecimento muscular, também treinou a corrida.
Foi e é muito gratificante visualizar os benefícios que o exercício físico promoveu a curto e longo prazo, além de ficar mais apto as atividades. Atualmente está com 79 quilos.

E ontem fiquei na expectativa de assistir a chegada dele na prova. Tinha certeza que ele iria bem. Ele não foi somente bem na prova, foi sensacional!! Completou o percurso em 25:50!



Milton com seus pais

Milton com sua esposa e sua mãe
Parabéns Milton pela linda estreia, que esta seja a primeira de muitas! Que sua vida seja sempre regada de muita saúde, felicidades, a você e toda família, que ficou extremamente feliz também.

Parabéns a todos!

Resultados oficiais no site do evento: http://www.yescom.com.br/ibcc-sp/2014/

domingo, 24 de agosto de 2014

Corrida e caminhada contra o Câncer de Mama


Corrida e caminhada contra o Câncer de Mama 2014

5k em 19:48
8° colocada geral feminina

Parabéns a todos!
Em breve postagem sobre a prova.


quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Minha primeira corrida

Uma conversa com alguns alunos iniciantes na corrida me trouxe lembranças da primeira prova de rua que participei.

31 de dezembro de 2001, participei da corrida mais esperada do ano pela grande massa de corredores: 77ª Corrida Internacional de São Silvestre.

Ansiedade, emoção, medo,alegria, tensão. Uma mistura de sensações tomavam conta de mim. Nunca havia estado em uma largada. Ficava observando o "ritual" de cada uma das corredoras, como elas faziam o aquecimento (nem sabia esta nomenclatura naquela época, só sabia que tinha que fazer), suas roupas, suas conversas, pois me sentia não fazendo parte ainda daquela esfera, pois corria há apenas 3 meses.

O que eu queria naquele dia era conseguir terminar aquela corrida, tinha que fazer muita força para conseguir este feito, pois neste momento ainda enfrentava e tentava vencer todos as ameaças de um distúrbio alimentar*, e a corrida, por mais estranho que seja, era a minha aliada nesta disputa.

As mulheres largavam separadamente dos homens, por volta de 1 hora e 45 minutos antes, mais exatamente as 15:15h, em um sol de rachar em pleno horário de verão. Neste ano os vencedores foram no masculino, um atleta da Etiópia, Tesfaye Jifar, e no feminino, a brasileira Maria Zeferina Baldaia.

Mesmo há tanto tempo deste dia, lembro de praticamente tudo que vi. Não somente com relação as corredoras e ao desafio de correr, mas também das pessoas que se espalhavam por todo percurso, batendo palmas a todos que passavam por lá unidas a palavras de incentivo.

Realmente aquele era um mundo diferente, era o "Mundo da Corrida". E eu estava a partir daquele momento me inserindo nele.

A partir desta prova minha curiosidade aumentou ainda mais, queria saber como aquelas mulheres corriam, como eram seus métodos, por que elas eram mais rápidas, e será que um dia eu conseguiria correr mais rápido também.

Consegui completar a prova, e ao visualizar a linha de chegada, chorei muito. Recebi a minha primeira medalha e junto com ela toda a emoção e bem estar que a corrida proporciona.

E assim passaram-se praticamente 14 anos, um período que ocorreu muitas mudanças na minha vida, e a corrida sempre esteve presente em todos eles, como uma forma de refúgio e inspiração.




*Nesta postagem o por que comecei a correr: http://correreminhavida.blogspot.com.br/2012/10/por-que-correr-e-minha-vida.html

terça-feira, 12 de agosto de 2014

10 de agosto de 2014, dia dos Pais, uma data muito especial.


Premiação geral feminina
Foto: Antonio Colucci

Esta data me traz muitas lembranças relacionadas a meu pai. Uma pessoa especial, que tinha seu jeito e sua forma de demonstrar o amor pela família.

Sua profissão, motorista de caminhão, o afastava de casa. Meus irmãos mais velhos sentiram isso muito mais que eu, pois antes de meu nascimento, meu pai viajou por praticamente todo Brasil e ficava muito tempo fora de casa.

Meu pai não nos deixou faltar nada. Lembro-me das viagens para o interior de São Paulo, na cidade onde ele nasceu. Ele gostava muito de lá, sempre se emocionava.

Quando comecei a correr, meu pai se preocupava comigo. E ele tinha a sua razão, devido a uma fase que passei antecedente a isso. Em uma oportunidade contei ela aqui no blog.

Ele que me levava nas corridas, e junto com a minha mãe, ficavam na linha de chegada me esperando.
O meu maior troféu era vê-los ali, me sentia protegida.

Aproximando da chegada
Sinto saudades desta época. E agora, neste momento, os papéis se inverteram. Ele que precisa da gente, de cuidados, paciência e o principal, muito amor.

Tem dias que sentimos sem rumo, mas juntos recuperamos as forças diariamente para ajudar ele da melhor forma.

E neste dia dos pais eu tinha um objetivo, de conquistar o troféu para ele, mesmo que ele não saiba mais o significado de uma corrida. Consegui o troféu e junto muita emoção e sensação de objetivo cumprido.

Foto: Corpore Brasil

Todas as minhas conquistas são para meu pai, minha família e a todos que torcem por mim.

Obrigada.

5ª colocada geral




domingo, 10 de agosto de 2014

Trofeu especial

19°Corrida Corpore Centro Histórico: 5 colocada geral. Consegui conquistar o trofeu para a minha família e principalmente para o meu pai.


Saudades da época que ele me acompanhava nas provas. O meu maior trofeu era vê-lo na linha de chegada. Hoje dia dos pais, e tudo que queria era ver meu pai bem, como antes.

Este trofeu é o meu presente a você e a todos que torcem por mim.

#diadospais #corridacentrohistorico #corporebrasil #correreminhavida
#correreminhavida #corporebrasil #corridacentrohistorico #marcelocamargotreinamento

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

07 de agosto: Dia do Maratonista

 
Parabéns a todos maratonistas!

 Planejamento, dedicação e principalmente o gostar do que faz é essencial para esta e todas as distâncias.

 Esta foto é da última maratona que participei, em São Paulo, no ano de 2010. Completei 4 maratonas e pretendo um dia voltar a treinar e vivenciar novamente.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

G4 Asics: minha quarta meia maratona do ano

Foto: Flickr Asics
Dia 03 de agosto foi realizada na cidade de São Paulo uma das meias maratonas mais esperadas do ano: a Golden Four Asics.

Realmente ela merece ser aguardada. O diferencial inicia já nos preparativos, por meio das chamadas de marketing através das redes sociais e e-mails enviados diretamente aos corredores.

A entrega dos kits merece outro grande ponto de destaque. São oferecidos aos corredores diversos atrativos. Palestras, exposição de produtos, alimentação, hidratação, contato direto com profissionais e atletas.

Participei de todas edições ocorridas na cidade de São Paulo, que recebe o circuito desde o ano de 2011, e em todos a organização foi muito boa.

Neste 4° ano foi divulgada uma nota de recorde de inscritos que quase ultrapassou a marca dos 6 mil corredores. Mais precisamente 1495 mulheres e 4395 homens concluíram a prova. E mesmo assim a organização foi ótima em todos aspectos, com apenas alguns detalhes que podem servir de sugestão para uma melhora do evento nas próximas edições.

Largada G4 Asics
O horário mais cedo da largada, o controle da entrada das baias por tempo, o percurso, a hidratação entre outros fatores facilitam aos corredores realizarem melhores tempos pessoais.

Mesmo sendo minha terceira prova em finais de semana consecutivos, consegui fazer a minha melhor marca do percurso e conquistar a medalha dourada Top 20 oferecida as 20 primeiras corredoras.
Finalizei a prova em 1h30'01", na 13° colocação geral feminina.


Parabéns a todos participantes e com destaque a Danielle Nobile, cadeirante, que fez uma grande prova com sua handbike e provou ainda mais ser um exemplo de garra, força de vontade e do quanto um esporte pode ser a base de uma vida melhor.

Dani recebendo sua premiação

Dani Mobile na Expo G4 Asics

Parabéns xará Dani!!

domingo, 3 de agosto de 2014

Golden Four 2014

Top 20: segundo ano consecutivo!
Em breve o post sobre a prova.
#correreminhavida #goldenfour #g4asics #run #meiamaratona