domingo, 23 de fevereiro de 2014

8ª Meia Maratona Internacional de São Paulo: "mais uma meia maratona, minha distância preferida".


Observar. Foi o que mais fiz em todas as etapas envolvidas de quando se participa de uma corrida de rua. Desde a entrega dos kits, da preparação pessoal na véspera da prova, e aquela ansiedade e frio na barriga sempre presentes.

Fui retirar o kit na sexta-feira, e ao chegar próximo do local, comecei a observar aos corredores que estavam por perto. Cada um possui suas individualidades, mas que ao mesmo tempo igualam entre si. Alguns amigos se encontram e perguntam: está treinando bem? Correu aonde na semana passada? Vai correr em tal prova? Na maior parte das vezes falamos de corrida. Aliás, amamos correr, e por isso gostamos muito de conversar sobre ela.

Cada camiseta de corrida que vestimos possui uma história, uma vivência. E cada prova é diferente. Mesmo se o percurso for igual, a prova será diferente. Irá se posicionar em outro lugar, correr pelo outro lado da rua, ter um tempo mais baixo ou não, correrá ao lado de outras pessoas. Cada uma nos deixará uma lição. É só preciso prestar atenção nelas.

Na véspera da prova, temos os nossos "rituais". As refeições feitas e todas as atividades do dia tem uma ponta do pensamento na corrida. Pelo menos comigo é assim (risos).

A colocação do número de peito, do chip, sempre temos uma linha a ser seguida. Pelo menos comigo é assim 2 (risos 2). Eu coloco o numeral e chip sempre um dia antes, vejo se está bem posicionado e deixo a minha camiseta, minha roupa, meu tênis e tudo que irei utilizar naquele mesmo canto.

Acordo no dia da prova, tomo o café da manhã, verifico se não esqueci de nada e assim estou preparada para ir.

Quando chego no local, sempre procuro um lugar mais "tranquilo" para ficar e esperar o horário de começar o meu aquecimento e a largada. E neste momento é muito interessante observar as pessoas, como elas chegam, como está a fisionomia de cada uma, os rituais delas. Como eu disse no início do texto: cada um possui suas individualidades, mas que ao mesmo tempo se igualam e formam o "mundo da corrida".

Esta meia foi a segunda prova de 2014 que participei. Foi utilizada como prova controle dos treinamentos, e finalizada com um bom tempo, dentro das circunstâncias do percurso com diversas subidas e o calor principalmente na primeira metade da prova. Por incrível que pareça! E que acarretou um desgaste no final da prova.

Uma multidão de aproximadamente 6.500 pessoas participaram da meia maratona entre homens e mulheres, e 2.000 na prova de 5 quilômetros. Totalizando 8.500 participantes.

A largada geral foi dada as 7h15, e mesmo sendo cedo, o calor já envolvia a todos corredores.

Passei nos primeiros 10Km com 41'35", nos 15Km com 1h03'16", e finalizei com 1h31'18". Ritmo médio de 4:20 por quilômetro.



Foi um boa prova controle, considerando o percurso com muitas subidas e o calor que incomodou um pouco. O legal foi ter batido meu recorde pessoal neste percurso em 3 minutos, de ter finalizado entre as 20 primeiras mulheres, e também ouvir do treinador Marcelo Camargo que o meu resultado foi ótimo e ser parabenizada por minha disciplina nos treinos.

Agora é recuperar desta prova e seguir em frente e firme, pois os objetivos serão alcançados na hora certa do planejamento.

Parabéns a todos participantes!

Resultados oficiais disponíveis no site do evento: http://www.yescom.com.br/meiasp/2014/portugues/index.asp








2 comentários:

HELENA CHRISTINA CLEBSCH VIDAL disse...

Dani, admiro demais sua disciplina e sua garra. Parabéns pela prova e pelo resultado. Que a temporada seja só alegria.
beijos
Helena
Blog Correndo de bem com a vida
@Correndodebem

tutta disse...

Sensacional seu tempo e sua colocação Daniela. Parabéns.


tutta/Baleias-PR
www.correndocorridas.blogspot.com.br

Novas experiências em novos locais de treino

Hoje faz dois meses que o Marcelo e eu mudamos de país. Ainda estamos em processo de adaptação de forma geral. Como moramos em uma cidade pe...