segunda-feira, 18 de outubro de 2021

1ª Corrida da Uva de Vinhedo




 

Dia 17 de outubro participei novamente de uma corrida de rua oficial. Havia me inscrito nesta prova em janeiro de 2020, antes mesmo da pandemia tomar conta de nossas vidas.

Ao mesmo tempo que fiquei contente de fazê-la, fiquei também bastante ansiosa. Isso é normal ocorrer, mas estava um pouco acima do que sentia em dias anteriores a provas.

A corrida ocorreu na cidade de Vinhedo, que fica bem próximo aqui de Jundiaí, organizada pela Pace Assessoria, que é uma equipe de corrida local.

O kit pré prova veio bastante recheado, com vários brindes e com uma camiseta bem bonita. Na retirada tivemos que apresentar o cartão de vacina da Covid. Era uma das exigências para poder participar.

A organização da prova teve que fazer algumas alterações em algumas atrações que ocorreriam para poder realizar o evento. Mas mesmo assim, ainda conseguiu manter diversas delas.

No evento teve três modalidades, a Canicross, que era uma corrida de 3km com os donos que levaram seu cachorros de estimação. Na sequência veio a corrida de 5km e após a caminhada de 3km.

A largada da prova estava prevista para as 8h., em ondas de 200 atletas por vez a cada 30 segundos. Onde a ordem era definida pelo número de peito.

A classificação foi pelo tempo líquido, para que ninguém fosse prejudicado.

A largada foi de dentro do Parque Municipal Jayme Ferragut, e teve um percurso bem duro, com subidas a partir do 3º quilômetro. O que tronou a prova de 5km ainda mais difícil do que ela já é.

Sempre tive mais facilidade com provas mais longas, a partir de 10km, mas quando tenho a oportunidade, sempre me exponho a este tipo de prova justamente para me tirar da zona de conforto.

Terminei a prova em 22:45, ritmo médio de 4:33 min/km. Na geral fiquei na 11ª colocação e na categoria por idade, na 4ª colocação.


O nível da prova foi bem difícil, com várias atletas fortes de Jundiaí. A vendedora foi a atleta Zenaide Vieira.

O Marcelo também correu e fez um bom resultado.

Como mudei recentemente para Jundiaí, estou conhecendo diversos corredores, e gostaria de parabenizar a todos dos resultados pessoais.

Agora é seguir em frente, treinando e principalmente agradecendo por ter saúde para fazer o que amo.

Bons treinos e muito obrigada por sua leitura!

terça-feira, 14 de setembro de 2021

Competindo novamente

Estamos vivendo a pandemia há mais de um ano, assistindo nos jornais e vendo no dia a dia, todas as consequências tristes e desastrosas que ela trouxe.

Muitas coisas tiveram que deixar de serem feitas, justamente para que as aglomerações não ocorressem. E as competições também foram suspensas.

Muitas profissões foram prejudicadas com isso, mas todos procuram encontrar formas para se recuperar. E isso aconteceu também com as organizadoras de eventos.

Com o avanço da vacinação e com a queda das mortes, muitas atividades foram voltando aos poucos, e também junto a elas algumas provas de rua.

Aqui na cidade onde moramos, Jundiaí, ainda teve poucos e pequenos eventos nos meses anteriores, mas ainda naquela época evitei de participar. 

Mantive meus treinos, meus desafios pessoais, para estar preparada e também porque a corrida é meu combustível diário.

No final do mês de agosto, um amigo corredor da Infinity Run, perguntou se eu queria competir em setembro na 4ª Corrida do Coração. Um evento simbólico para representar esta prova que está crescendo bastante aqui na cidade. Que seria realizado na pista do Bolão. 

Fiquei muito feliz com o convite e aceitei participar.

Adalton - Infinity Run


Duas distâncias foram realizadas, 5.000 e 10.000 metros, com 5 participantes homens e mulheres em cada uma delas.

Fiquei muito feliz com o convite e assim pude matar as saudades de correr em uma prova.

Um dia antes, fui retirar o kit na Centro Cor, clínica de cardiologia, aqui da cidade, e lá pude conhecer pessoalmente os atletas Marilson dos Santos e sua esposa Juliana dos Santos. Foi um momento muito especial, pois pude conversar com eles e saber um pouco mais da história de cada um.



Medalhas do atleta Marilson
Medalhas do atleta Marilson

No dia seguinte, na pista, eles também estiveram presentes, e após a prova me falaram sobre a minha forma de correr e deram excelentes dicas que já estou colocando em prática nos treinos.

Consegui ficar na terceira colocação nos 10.000 metros e assim vivenciar mais um pódio em minha vida. Foi um momento muito especial, que vou guardar para sempre em minha memória.

Largada 10.000 metros



Zenaide, Juliana e Nadhya

O troféu que ganhei darei de presente para minha mãe que fez aniversário um dia antes da prova e prometi a ela, que se eu conseguisse, daria a ela. Esta prova foi para ela.

Pódio 10.000 metros feminino

Agradeço mais uma vez a todos envolvidos neste evento muito bem organizado. Ganhei muitos brindes e pude conversar e conhecer mais amigos corredores que compartilham deste mesmo amor pela corrida.

Parabéns a todos participantes, desta e também da prova virtual!

Que tudo possa melhorar ainda mais, para que a vida volte mais parecida com a normalidade e assim possamos compartilhar de mais momentos como este.

Obrigada por sua leitura!

Dani Barcelos.

Crédito das fotos 📷: Edwanderson Luiz 


1ª Corrida da Uva de Vinhedo

  Dia 17 de outubro participei novamente de uma corrida de rua oficial. Havia me inscrito nesta prova em janeiro de 2020, antes mesmo da pan...