sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Por que CORRER É MINHA VIDA?

Decidi escrever este post para contar a meus amigos que me acompanham o por que a corrida é tão importante na minha vida e o significado que este esporte tem em mim.

Ao final da minha adolescência passei por um período complicado. Enfrentei um distúrbio alimentar: a anorexia, que fez com que eu perdesse muito peso. Cerca de 26 quilos.
Meus familiares queriam me ajudar, aconselhando, me ajudando de todas as formas que vocês podem imaginar.

Não me sentia bem, sempre estava muito fraca e não tinha vontade de fazer nenhum tipo de atividade. Cheguei a pesar 38 quilos, estava muito magra, e se continuasse naquela situação, eu iria acabar matando a eu mesma.

Apenas uma pessoa conseguiu abrir meus olhos e me ajudar. E de uma forma que só ele mesmo poderia imaginar que daria certo. Meu irmão abriu meus olhos um dia, simplesmente chegou e me deu uma dica: "Dani, por que você não começa a correr?" Um conselho que talvez ninguém tivesse coragem de dar a uma pessoa que estivesse pesando 38 quilos, com 1.67 de altura.

Mas meu irmão pensou para frente e em todos benefícios que a prática de um esporte pode trazer para a vida das pessoas. E ele estava certo.
Segui o conselho dele sim, pois o tenho como um ídolo, sempre o admirei e sempre fui muito próxima dele.

Comecei a correr e juntamente com isso vieram as necessidades que um esporte exige de seus praticantes: se alimentar bem, dormir bem, se recuperar, ou seja, se cuidar!

Meu irmão descobriu a cura para esta fase da minha vida, e em pouco menos de um ano foi modificada totalmente. Aumentei o meu peso corporal, conheci pessoas maravilhosas, frequentei lugares que jamais imaginaria frequentar. Comecei a viver o ambiente do esporte.

Foi juntamente com meu irmão que participei da minha primeira prova. Já se passam 12 anos de corrida e também de vida, pois nasci novamente no dia em que meu irmão me disse para correr.


Foto após a minha primeira corrida. São Silvestre em 2001.
No centro meu irmão Ale, eu a direita e na esquerda Silvio, amigo do meu irmão


Eu e meu irmão na minha primeira maratona: Maratona de São Paulo 2006
É por isso que sempre falo a todos que a corrida é extremamente importante para mim. Pois foi ela que me ajudou e que me trouxe novamente para a vida. É da corrida que tiro forças para enfrentar a tudo que passo, é dela que gero a minha energia.

Por isso gostaria de dedicar esta postagem a toda minha família, que sempre esteve ao meu lado e são a minha maior torcida. Em especial a meu pai que atualmente está passando por uma doença muito injusta, o Mal de Alzheimer, que o faz tornar uma outra pessoa. Mas somente quero pensar no que ele era antes e como sempre ficava feliz com as minhas corridas, além de me acompanhar em muitas delas.



Meu pai e eu. Corrida GRAAC em 2004.

Todo possuem uma história e um porque de se identificarem tanto com este esporte, que além de gerar inúmeros beneficios fisiológicos, psicológicos e sociais, faz parte da vida destas pessoas.

Parabéns a todos vocês corredores e a todas histórias existentes!

Por isso que Correr é minha vida!
E a sua também é?

Um grande abraço a todos!

13 comentários:

Regis..."amocorrer" disse...

Lindo relato, uma lição de vida, parabéns Dani.

Uma corredora Amadora disse...

Interessante e corajoso o seu relato.Parabéns! Temos algo em comum: eu corria quando adolescente, fiquei um tempo sem correr e voltei com força total pra vencer também um problema alimentar, no meu caso, a bulimia.

Unknown disse...

Parab'ens pela coragem de relatar seu problema.....

MARCELO SASSAKI disse...

Parabéns a vc Dani e a seu irmão, família é isso mesmo união.

floriano disse...

Grande exemplo voce !! Parabens !!

● MARCO AURÉLIO disse...

A corrida é capaz de operar milagres na vida das pessoas. Você é um exemplo disso. Parabéns!

Marcelo M. Eler disse...

Daniela, sua história é muito bonita e comovente!
Eu nunca imaginaria que a corrida ajudaria alguém que tinha um problema como o seu! Realmente é algo surpreendente e fico feliz pela sua recuperação e pelo seu relato. Pode ajudar muitas pessoas!

Deus abençoe você e espero que continue correndo e inspirando pessoas!

abraços

Álvaro Levadinha disse...

Linda história, Dani. Parabéns ao seu irmão que teve a felicidade de revelar uma campeã. Abraço.

Unknown disse...

Parabéns Daniela, lindo o seu relato. A corrida e outros esporte podem salvar vidas e vemos sempre casos como o seu!
abraço!

Corre Sampa disse...

Parabéns pela superação... Grande irmão!!!

Abraço!
Léo

CORRE SAMPA
www.corresampa.com.br

Anônimo disse...

Oi Dani,
Te conheço a quase 9 anos devido à corrida e te admiro por sua garra e dedicação. Também te admiro pela forma como cuida de seu pai e de sua mãe. Tive o prazer de conhecer sua mãe e seu pai e sinto saudades do tempo em que te acompanhavam nas corridas, sempre muito alegres e felizes com suas conquistas. Parabéns por seu relato e pela família maravilhosa que possui. Dê um abraço em sua mãe e em seu pai por mim.
Beijos,
Vivian de Oliveira

Anônimo disse...

OI DANI, essa é uma linda história de superação,o esporte realmente transforma vidas.
Temos algo em comum, a corrida para superar alguma coisa em nossas vidas. Comecei a correr em 1996 sozinho para superar um problema, mas ao contrario de vc que teve muito apoio, o meu incentivo era "para com isso, tá ficando louco...." em 1997 entrei em uma equipe no final deste mesmo ano parei, após 15 anos parado voltei, agora correndo e pedalando.
UM ABRAÇO DANI. Força sempre.....!!!!!!!!!

Unknown disse...

Ispiradora querida!!!

corro desde 2009, e concordo com suas palavras, pois vivencio isso!!!

correr é viver!

Abraços

Gislaine/SP.

O que 2020 te ensinou com relação a corrida?

2020. Um ano em que muitas coisas mudaram na vida de todos. Um ano em que diariamente vimos o quanto a pandemia levou pessoas, mudou o norma...