quinta-feira, 17 de outubro de 2013

A competição seria a parte mais importante?


Comecei praticar a corrida de rua há 12 anos (quase 13). Um período em que não havia tantas provas quanto existem atualmente, pois com a popularização das corridas de rua houve na última década um aumento significativo do número de praticantes em todo o mundo, assim como no Brasil.

No início dos meus "primeiros passos" na corrida, meu objetivo era sempre de conseguir correr um pouco mais a cada dia. A cada "treino" tentava ir um pouco mais longe e mais distante do que havia chegado antes.  Meu organismo se acostumava com aquele esforço que cada vez parecia mais fácil de suportar. Não me imaginava competindo nas provas, mas sim querendo correr a cada dia mais.

Minha primeira participação foi na tradicional corrida São Silvestre realizada na cidade de São Paulo no último dia do ano. Tinha um receio de não conseguir completa-la. Mas o grande incentivador da minha entrada para o "mundo da corrida", meu irmão Ale, prometeu correr comigo o percurso oficial uma semana antes da competição. Lembro-me exatamente deste dia e do quanto eu me sentia feliz a cada quilômetro conquistado. Confesso que este nosso treino foi mais marcante do que a própria prova em si, pois dividi cada emoção com meu irmão, sem toda pressão que uma competição nos impõe.

Em todos estes anos participei de muitas competições (preciso qualquer dia parar para contar quantas). A cada ano que se passava o número de provas aumentava oferecendo uma grande variedade.
Participei de provas com distâncias que variaram de 5k a maratona. A cada prova minhas marcas pessoais melhoravam e dessa forma a motivação por continuar crescia juntamente.


Mas o significado do correr é tão importante em minha vida que resumi-lo apenas em competições seria algo inaceitável. Cada treino e a superação deles também possui um sentido enorme.

Para nós, corredores amadores, o objetivo dos treinamentos não deve se resumir apenas na competição, pois os passos até ela são extremamente gratificantes. Mesmo que somente você seja testemunha do que fez em um treino, ele precisa também ter um gosto da vitória. A competição será apenas um registro oficial de todo trabalho que vem sendo realizado, como se estivéssemos sendo avaliados.

Há tantos fatores envolvidos no treinamento que o tornam extremamente complexo. Na competição todos fatores também estão presentes, acrescido de outros que podem influenciar e muito no rendimento e resultado final, positivamente ou negativamente. Por isso a importância de um planejamento correto e direcionado ao objetivo da pessoa.

Valorize sempre cada dia de treino e perceba toda sua evolução. Preste atenção nas sensações e reações de seu corpo e se esta respeitando a recuperação dele. Sinta-se motivado a treinar em todas as sessões, pois cada uma delas é parte de um planejamento, assim como cada peça de um quebra-cabeça. Se você mudar a posição ou até mesmo o tamanho de alguma delas, não irão se encaixar mais, comprometendo o produto final: o seu objetivo!

Bons treinos!

Um comentário:

equipecorridaderuams.blogspot.com disse...

Oi Daniela, parabéns pelos quase 13 anos de corrida.

Realmente temos que pensar positivamente nos treinos, pois é onde passamos a maior parte do tempo. As provas são testes do que conseguimos treinar. Valorizo quando faço uma planilha para uma prova, sendo esta apenas o desfecho para um novo ciclo.

Abcs, bons treinos

Rodrigo Augusto
corridaderuams.blogspot.com.br

O que 2020 te ensinou com relação a corrida?

2020. Um ano em que muitas coisas mudaram na vida de todos. Um ano em que diariamente vimos o quanto a pandemia levou pessoas, mudou o norma...