quarta-feira, 11 de outubro de 2017

M5K: a maior corrida feminina da América Latina

Domingo, dia 8 de outubro, participei pela terceira vez na corrida para mulheres M5k em São paulo.

O percurso atualmente na região do Parque Ibirapuera ficou repleto de mulheres por toda extensão.

Cerca de 8.700 mulheres completaram a prova em São Paulo, e de acordo com a organização, aproximadamente 30.000 mulheres participaram distribuídas nas outras provas em Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba e Belo Horizonte.

Como a prova é bem lotada cheguei bem cedo na arena, com a companhia do Marcelo, que logo se despediu e foi realizar o seu treino dentro do Parque Ibirapuera. Consegui aquecer por aproximadamente 15 minutos, porém as 6:30 já tive que me posicionar no local de largada para conseguir sair mais a frente. Continuei realizando um aquecimento realizando elevação de joelho, saltitando, para largar bem com as pernas mais "soltas". Pois em provas curtas isso é muito importante para não correr nenhum tipo de risco de se machucar.

Largada pontualmente dada as 7h. Iniciei em um ritmo mais rápido do que meu ritmo médio em provas de 5k, para conseguir me posicionar perto das primeiras colocadas. Continuei segui-las até onde minhas pernas e meu fôlego suportaram, que foi aproximadamente até o 3º km. A partir daí imprimi o meu ritmo para tentar sustentar a colocação que estava (5ª colocada).





Porém nos últimos 200 metros fui surpreendida por um sprint final de outra competidora que me passou, e desta forma concluí na sexta colocação. com o tempo de 20:58 ( meu #sub21 saiu!!!) 😃🙌

Cruzei a linha de chegada fora do pódio, porém com uma sensação de dever cumprido! Fiquei extremamente feliz com esta minha melhor marca da temporada.



Parabéns a todas participantes! Agora é recuperar, continuar os treinos porque domingo novamente tem competição.

Obrigada por sua visita!

Até a próxima!

Nenhum comentário:

O que 2020 te ensinou com relação a corrida?

2020. Um ano em que muitas coisas mudaram na vida de todos. Um ano em que diariamente vimos o quanto a pandemia levou pessoas, mudou o norma...