sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Campanha #VemComADani

Essa é a Dani, e seu sobrenome é vitória! 


"Meu nome é Danielle, tenho 29 anos. Era professora de inglês, além de amar correr e ter orgulho de ser meia maratonista. Há 3 anos, sofri um acidente de carro, fraturei a sétima vértebra da cervical e fiquei tetraplégica. 

Correr era, e ainda é, a minha maior paixão. Quando eu passei na linha de chegada pela primeira vez, percebi que eu queria fazer isso pro resto da minha vida. Mas não pense que o sonho acabou depois do acidente. 

Há 1 ano e meio, ganhei uma handbike dos meus amigos e nesse momento, começa a minha nova história. Entrei para o paraciclismo, ganhei a meia maratona de Buenos Aires 2014 e, por ter sido campeã da Wings for Life 2014 na categoria cadeirante feminina, me tornei embaixadora da prova, representando nosso país na Wings For Life 2015 em Verona, na Itália.

Hoje, sou a 3° no ranking nacional no paraciclismo. Recentemente entrei para o paratriatlhon e tenho muito orgulho de dizer que sou a 1ª mulher cadeirante triatleta de nosso país. Mas minha handbike é de ferro e não atende as especificações da UCI pra grandes provas internacionais. 

Sozinha, eu não consigo comprar uma handbike de alumínio, pra continuar vivendo o sonho da corrida e pra melhorar meu desempenho, representando o Brasil lá fora. 

A minha escolha foi viver e não sobreviver. E o esporte é o que me motiva. Vem comigo e me ajude a continuar vivendo esse sonho." 


Dani Nobile


Nenhum comentário:

O que 2020 te ensinou com relação a corrida?

2020. Um ano em que muitas coisas mudaram na vida de todos. Um ano em que diariamente vimos o quanto a pandemia levou pessoas, mudou o norma...