domingo, 14 de dezembro de 2014

Categorias Wheelchair e Handcycle na corrida de rua

As últimas postagens da Dani Nobile em seu blog despertaram um interesse em pesquisar sobre as diferenças das cadeiras de ciclismo e atletismo no paradesporto.

A nomenclatura internacional destas duas categorias são Handcycle e Wheelchair.

Provas como a Volta Internacional da Pampulha permitem apenas os cadeirantes da categoria Wheelchair e, por outro lado, a liberação em outros eventos das cadeiras de ciclismo (Handcycle), como o circuito Golden Four de meias maratonas.

Recorte regulamento Volta Internacional da Pampulha 2014

Existem diferenças entre as duas cadeiras, tal como o posicionamento do atleta, a movimentação dos braços, a velocidade que cada uma pode atingir e a classificação funcional do atleta de acordo com a sua deficiência.

Atleta da categoria Handcycle em uma prova de ciclismo de estrada

Atletas da categoria Wheelchair em uma prova de rua


Não é a toa que grandes corridas como a maratona de Nova York, que permitem a participação das duas categorias, realizam as classificações separadamente.

Cinco primeiros colocados da categoria Handcycle na maratona de Nova York 2014

Cinco primeiros colocados da categoria Wheelchair na maratona de Nova York 2014
Cinco primeiras colocadas da categoria Wheelchair na Maratona de Nova York 2014

Cinco primeiras colocadas da categoria Handcycle na maratona de Nova York 2014


Visualizando os resultados fica claro o quanto os atletas da categoria Handcycle finalizam a distância em um tempo muito menor do que a outra categoria, mostrando a importância de que a classificação deva ser realizada separadamente.

A solução não é proibir, mas sim deixar que os atletas de ambas categorias participem, e a organização realize a classificação das duas. 
E deixar isso claramente divulgado no regulamento, como já acontece em muitas provas em todo país e no mundo:

Recorte do regulamento da Meia Maratona Internacional da Belo Horizonte 2014
São esclarecimentos que tornam a relação entre os atletas e organizadores muito melhor.

O ideal não seria restringir, mas sim deixar que os atletas de todas categorias possam participar de todos eventos de rua, contribuindo para que o esporte cresça mais em nosso país.

2 comentários:

Anônimo disse...

Simples: Handcycle é equivalente ao ciclismo. E cadeirante é equivalente ao atletismo.

Antonio C R Colucci disse...

Muito boa essa explicação Dani,
Assim as pessoas reclamam menos ou os organizadores aprendem a explicar que são categorias diferentes, uma do pedestrianismo e outra do ciclismo.
Parabéns pelo post. Compartilhadissimo
Beijos
Colucci

O que 2020 te ensinou com relação a corrida?

2020. Um ano em que muitas coisas mudaram na vida de todos. Um ano em que diariamente vimos o quanto a pandemia levou pessoas, mudou o norma...