quinta-feira, 2 de julho de 2020

Será que todo mundo que corre gosta mesmo de correr?

Será que todos corredores que conhecemos, gostam de correr?

Sempre tive esta questão na cabeça, e agora neste período de pandemia e suspensão de provas, ela veio a tona novamente.

Completo este ano 20 anos que pratico a corrida como atividade física diária, e lembro que desde o meu primeiro contato, este esporte me agradou de uma forma que fogem as palavras para descrever.

Sempre curti cada sessão de treino, e isso nunca foi um fardo pra mim. Ao contrário, foi o momento do dia que sempre aguardei, e que de tão bom, parece sempre passar muito rápido.

Atualmente venho observando muita desmotivação em grande parte dos corredores devido a falta de provas. Por exemplo, na minha assessoria de corrida, observei isso desde o início da quarentena.

Por isso que a questão acima surgiu novamente. Pois a meu ver muitos gostam de treinar somente quando tem alguma prova à vista.

Somos corredores amadores, e as provas não devem ser o aspecto principal, mas sim um acessório, ou até mesmo um método de treino e teste.

É possível se desafiar sem as provas, criando metas relacionadas a velocidade ou a resistência, além de cada treino também ser um desafio de sempre fazer o melhor dentro do objetivo da sessão.

Eu afirmo com certeza absoluta que gosto muito de correr, pois a falta de provas não me afetou em nada na motivação, ao contrário, uso a cada dia a corrida para enfrentar esta situação difícil que o mundo todo está passando com a disseminação deste vírus. Sempre disse que a corrida faz parte de mim, pois ela foi a minha aliada a enxergar a vida de uma outra forma e princialmente me cuidar, para poder estar bem sempre.

E para você, o que a corrida significa? Será que se resume somente a provas? Tomara que não.

Obrigada por sua visita e bons treinos!


2 comentários:

Antonio C R Colucci disse...

Oi Dani,
Correr é sua vida, já diz o nome do seu blog.
Eu adoro correr, as provas são minha diversão, e só são a motivação quando preciso pensar nos 42kms sem sofrimento, caso contrário é diversão também, sem cobranças, só o prazer de correr e me desafiar quando treino para tal.
Nesse momento de PANDEMIA parei de correr na rua pensando nos outros, em não prejudicar ainda mais a situação e também para ser o exemplo das crianças que levo para o esporte e nesse momento estão presas dentro de suas casas. Infelizmente o que vi nas redes sociais me deixou com vergonha de ser relacionado a um corredor e isso sim me desanimou demais. O egoísmo de tantos preocupados com os próprios umbigos correndo atrás de likes de seguidores fantasmas realmente foi arrebatador.
O assunto é muito complexo. Quem realmente é e sempre foi da corrida, dos esportes nunca precisaram ter atitudes tão feias para aparecer.
Mas .... Deixa pra lá.
Parabéns pela sua linda história com a corrida.
Bjs
Colucci

Daniela Barcelos disse...

Muito obrigada por suas palavras Colucci.
Entendo o que sente, também senti isso. Eu continuei a fazer meus treinos, porém parte dele na esteira e dentro do condomínio que resido. Os que fiz na rua, fui bem cedo e não via praticamente ninguém.
Espero que você e toda sua família estejam bem, e saiba que admiro muito você e a forma com que enxerga as coisas.
Beijos e fique bem.
Dani.

Será que todo mundo que corre gosta mesmo de correr?

Será que todos corredores que conhecemos, gostam de correr? Sempre tive esta questão na cabeça, e agora neste período de pandemia e suspen...